Mortes em UTI de hospital de Curitiba

Mortes em UTI de hospital de Curitiba

A delegada Paula Brisola do Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde (Nucrisa) indiciou a médica Virginia Soares Souza por homicídios qualificados contra pacientes da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba PR. A médica era chefe do setor de UTI desde 1988. Ela esta presa desde terça-feira (19) e já estava sendo investigada há um ano mais ou menos por causa de denúncias de funcionários. Ela nega que algumas frases que dizia tenha relação com matar pacientes, mas alguns colegas afirmam que sim um ex-enfermeiro diz que presenciou a médica desligando aparelhos e provocando  mortes de pacientes.   

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário